Home Sem categoria Israel rejeita demanda belga de compensação pela destruição de casas palestinas

Israel rejeita demanda belga de compensação pela destruição de casas palestinas

Autor

Data

Categoria

Israel rejeitou uma exigência de Bélgica para Jerusalém para compensar a demolição de casas palestinas no início deste mês. “É lamentável que o dinheiro da ajuda europeia encontre seu caminho para o financiamento de atividades ilegais”, disse o Ministério das Relações Exteriores nesta semana. “Os Estados doadores devem usar o dinheiro dos contribuintes para o financiamento de construções legais e projetos em territórios controlados por Israel, e garantir que sejam planejados e executados de acordo com a lei e em coordenação com as autoridades israelenses relevantes.” A resposta veio depois que a Bélgica condenou a demolição de quatro casas em al-Rakeez, perto de Hebron, que foram construídas com financiamento de Bruxelas, e exigiu compensação por isso em um comunicado divulgado sexta-feira. Israel afirma que as casas em Área C, que está sob controle israelense sob os termos dos Acordos de Oslo, foram construídos ilegalmente. O Ministério das Relações Exteriores disse que as leis da Área C, incluindo regulamentos de planejamento e construção, se aplicam a israelenses e palestinos e estão sujeitas a revisão judicial, tanto com israelenses quanto Palestinos tendo acesso ao sistema judiciário israelense. O Ministério das Relações Exteriores belga disse que “apóia esses projetos de infraestrutura porque atendem às necessidades humanitárias urgentes” e que “eles são sempre executados de acordo com o direito internacional humanitário”. A declaração não se referia às regras do atual órgão de governo da Área C, que é o IDF, nem ao acordo internacional que deu a Israel essa autoridade. A declaração também afirmou que “a demolição de infraestrutura e habitação na Cisjordânia ocupada é contrário ao direito internacional humanitário … em particular as obrigações de Israel como potência ocupante. ”

A Bélgica é um dos vários estados europeus que financiou a construção na Área C sem autorização israelense nos últimos anos. Além disso, a Bélgica é um dos países ocidentais que mais criticou Israel nos últimos anos, chegando a convidar um representante de uma ONG com ligações com o grupo terrorista Frente Popular para a Libertação da Palestina para se dirigir ao Conselho de Segurança da ONU. Esse convite foi rescindido posteriormente.

Fonte: https://www.jpost.com/israel-news/israel-rejects-belgian-demand-to-compensate-for-razing-palestinian-homes-648816

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos recentes

Bebê morre afogado em batismo da Igreja Católica Ortodoxa

Contando com cerca de 250 milhões de fiéis no mundo, presentes principalmente na Europa Oriental, em países como Rússia, Romênia e Ucrânia, a Igreja...

Governo do Reino Unido está pensando em bater nas portas de vacinas de refusniks

O governo do Reino Unido está considerando um plano para enviar funcionários do conselho para bater nas portas daqueles que se recusaram a tomar...

Rompendo com a tradição católica, o papa indica a primeira mulher para um cargo sênior

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé - O Papa Francisco rompeu com a tradição católica ao nomear uma mulher como subsecretária do sínodo dos bispos,...

Vacinação desacelerou em 50%, lamenta oficial, culpando ‘notícias falsas’ online

Mesmo que as vacinas estejam agora sendo oferecidas a todos os israelenses com mais de 16 anos, o ritmo das vacinações diminuiu drasticamente, disse...

‘Devíamos nos teletransportar, não dirigir’, diz Zuckerberg

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acredita que o gigante da mídia social está prestes a transformar a maneira como as pessoas...