Home Sem categoria Netanyahu atinge o estágio cinco de Trump de luto: Aceitando Biden -...

Netanyahu atinge o estágio cinco de Trump de luto: Aceitando Biden – análise

Autor

Data

Categoria

Demorou uma semana e meia, mas o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu fez o telefonema de felicitações ao presidente eleito Joe Biden na noite de terça-feira.

Esse atraso, junto com o intervalo de 12 horas entre a mídia convocando a eleição para Biden em 7 de novembro e o tweet de congratulação de Netanyahu em 8 de novembro – mais o fato de que Netanyahu evitou repetidamente chamar Biden de “presidente eleito” nos 10 dias seguintes, incluindo na terça-feira – levantou as sobrancelhas entre os observadores da relação EUA-Israel.

O comportamento de Netanyahu contrasta profundamente com o fato de ele ter telefonado para o presidente dos EUA, Donald Trump, um dia após sua vitória nas eleições de 2016.

O atraso do tweet teve um motivo técnico: Netanyahu coordenado com o primeiro-ministro alternativo Benny Gantz e o ministro das Relações Exteriores, Gabi Ashkenazi, que esperariam até que Biden fizesse um discurso de vitória para enviar uma mensagem de congratulações. O discurso de Biden terminou por volta das 4 da manhã em Israel; A equipe de Gantz enviou o tweet imediatamente, enquanto a de Netanyahu aparentemente não foi obrigada a ficar acordado a noite toda e o enviou às 7h.

Mas a hesitação em chamar Biden de “presidente eleito” em várias oportunidades – e a espera de uma semana e meia para falar com ele – mostra que havia mais do que questões técnicas em questão.

Netanyahu está claramente preocupado em irritar o inconstante presidente Trump, que permanece no cargo por mais dois meses.

Se Israel pegar o lado ruim de Trump, as consequências podem ser sérias. Afinal, sob o ex-presidente Barack Obama, os EUA permitiram a aprovação da Resolução 2334 do Conselho de Segurança da ONU condenando os assentamentos.

E muitos no governo estão depositando suas esperanças em sanções de última hora ao Irã e outras medidas do governo Trump para impedir que o governo Biden seja tolerante demais com os tiranos de Teerã.

Além disso, Netanyahu teve que lidar com presidentes adversários – também conhecidos como democratas – por 10 de seus 14 anos não consecutivos como primeiro-ministro. Um presidente republicano foi um sonho que se tornou realidade para Netanyahu e, em muitos aspectos, Trump ainda mais. Netanyahu é amigo de Trump há décadas, até mesmo comparecendo a seu casamento com Melania, e os dois trabalharam bem juntos sem nem mesmo uma sugestão da “luz do dia” que o governo Obama buscou colocar entre os EUA e Israel.

Netanyahu provavelmente ficou desapontado com a vitória de Biden, embora tenha tentado fazer cara de bravo antes e depois da eleição, apontando que eles também se conhecem há décadas e que ele trabalhou bem com os governos democratas no passado.

Agora, Netanyahu parece ter alcançado o estágio final de luto pela perda do governo Trump: aceitação.

Isso terá um impacto duradouro em seu relacionamento com Biden?

O presidente eleito tem trabalhado muito para ser uma força unificadora dos americanos e adotou um tom conciliador. Alguns membros de seu círculo íntimo ignoraram o atraso de 12 horas no tweet, com um dizendo que Biden estava muito ocupado comemorando para verificar sua conta no Twitter, e isso provavelmente reflete uma atitude indulgente no topo.

Biden qualificou a recusa de Trump em conceder a eleição de “mais embaraçosa para o país do que debilitante”, e essa caracterização poderia facilmente descrever como ele veria a hesitação de Netanyahu nos últimos 10 dias.

Este é um obstáculo que Netanyahu e Biden podem superar – facilmente.

Os verdadeiros desafios serão sobre a política, especificamente a oferta de Biden para voltar ao acordo com o Irã e a construção contínua de Israel na Judéia e Samaria.


Fonte: https://www.jpost.com/israel-news/netanyahu-hits-stage-five-of-grieving-trump-accepting-biden-analysis-649404

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos recentes

Bebê morre afogado em batismo da Igreja Católica Ortodoxa

Contando com cerca de 250 milhões de fiéis no mundo, presentes principalmente na Europa Oriental, em países como Rússia, Romênia e Ucrânia, a Igreja...

Governo do Reino Unido está pensando em bater nas portas de vacinas de refusniks

O governo do Reino Unido está considerando um plano para enviar funcionários do conselho para bater nas portas daqueles que se recusaram a tomar...

Rompendo com a tradição católica, o papa indica a primeira mulher para um cargo sênior

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé - O Papa Francisco rompeu com a tradição católica ao nomear uma mulher como subsecretária do sínodo dos bispos,...

Vacinação desacelerou em 50%, lamenta oficial, culpando ‘notícias falsas’ online

Mesmo que as vacinas estejam agora sendo oferecidas a todos os israelenses com mais de 16 anos, o ritmo das vacinações diminuiu drasticamente, disse...

‘Devíamos nos teletransportar, não dirigir’, diz Zuckerberg

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acredita que o gigante da mídia social está prestes a transformar a maneira como as pessoas...