Home Categorias do Site Geral 'Se eu pudesse votar na América, votaria com bondade' para Biden

‘Se eu pudesse votar na América, votaria com bondade’ para Biden

Autor

Data

Categoria

O astro pop britânico Harry Styles não pode votar nas eleições americanas. Mas ele não deixou que isso o impedisse de anunciar na terça-feira a seus 35 milhões de seguidores no Twitter que, se pudesse votar na América, ele “votaria com gentileza” em Joe Biden.

O ex-membro da boy band do One Direction pareceu endossar o candidato presidencial democrata de 2020, Joe Biden, na terça-feira, tweetando para seus mais de 35 milhões de seguidores: “Se eu pudesse votar na América, votaria com gentileza”.

Os comentários do cantor foram em resposta a um tweet de Joe Biden, que dizia: “Você merece um presidente que se levantará todos os dias e trabalhará para tornar sua vida melhor. Se você me eleger, é exatamente o que farei. ”

O cantor de “Fallen” não pode votar nas próximas eleições presidenciais, pois é cidadão britânico. Embora Styles não seja um cidadão americano, ele comenta sobre os assuntos americanos de vez em quando.

Em maio, após a morte de George Floyd, o pop star postou um tweet de desculpas, professando ser “privilegiado todos os dias porque sou branco” e anunciou que também está “doando para ajudar a pagar fiança para organizadores presos”.

“Faço coisas todos os dias sem medo, porque sou um privilegiado, e sou privilegiado todos os dias porque sou branco”, escreveu Styles. “Não basta não ser racista, é preciso ser anti-racista. A mudança social ocorre quando uma sociedade se mobiliza. Eu sou solidário com todos aqueles que protestam.? ”

Mais de uma dúzia de funcionários da campanha de Biden também se gabaram de doando ao controverso Minnesota Freedom Fund.

“Estou fazendo uma doação para ajudar a pagar fiança para organizadores presos”, continuou a cantora em um tweet de acompanhamento. “Olhe para dentro, eduque-se e aos outros. ESCUTE, LEIA, COMPARTILHE, DOE e VOTE. JÁ É SUFICIENTE. AS VIDAS NEGRAS IMPORTAM. ”

O pop star Justin Timberlake também estava entre as celebridades que encorajado fãs para “apoiar” os manifestantes de Minneapolis após o incêndio da cidade.

Você pode seguir Alana Mastrangelo no Facebook e Twitter em @ARmastrangelo, falamos em @alana, e em Instagram.

Fonte: http://feedproxy.google.com/~r/breitbart/~3/RQy4caJC0A4/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos recentes

Bebê morre afogado em batismo da Igreja Católica Ortodoxa

Contando com cerca de 250 milhões de fiéis no mundo, presentes principalmente na Europa Oriental, em países como Rússia, Romênia e Ucrânia, a Igreja...

Governo do Reino Unido está pensando em bater nas portas de vacinas de refusniks

O governo do Reino Unido está considerando um plano para enviar funcionários do conselho para bater nas portas daqueles que se recusaram a tomar...

Rompendo com a tradição católica, o papa indica a primeira mulher para um cargo sênior

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé - O Papa Francisco rompeu com a tradição católica ao nomear uma mulher como subsecretária do sínodo dos bispos,...

Vacinação desacelerou em 50%, lamenta oficial, culpando ‘notícias falsas’ online

Mesmo que as vacinas estejam agora sendo oferecidas a todos os israelenses com mais de 16 anos, o ritmo das vacinações diminuiu drasticamente, disse...

‘Devíamos nos teletransportar, não dirigir’, diz Zuckerberg

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acredita que o gigante da mídia social está prestes a transformar a maneira como as pessoas...