Home Categorias do Site Saúde Trump afirma que não participará de debates virtuais

Trump afirma que não participará de debates virtuais

Autor

Data

Categoria

A Comissão de Debates Presidenciais anunciado na quinta que o debate presidencial da próxima semana será realizado virtualmente, com os candidatos participando de locais remotos enquanto o presidente Trump continua a ser tratado para o coronavírus.

Mas em uma entrevista por telefone com a apresentadora da Fox Business, Maria Bartiromo, momentos após o anúncio da mudança de formato, Trump disse que não iria participar.

“Não vou fazer um debate virtual”, disse ele. “Não vou perder meu tempo fazendo um debate virtual. Não é disso que se trata o debate. Você se senta atrás de um computador e faz um debate, é ridículo, e então eles o cortam quando querem. ”

Na quarta-feira, a comissão disse que a prefeitura de 15 de outubro entre Trump e o candidato democrata Joe Biden seria realizada remotamente a fim de “proteger a saúde e a segurança de todos os envolvidos” em meio à pandemia em andamento e ao diagnóstico positivo de Trump para COVID-19. A comissão disse que os participantes da audiência e o moderador, Steve Scully da C-SPAN, estariam baseados em Miami, com Trump e Biden em “locais remotos separados”.

Os comentários de Trump não são vinculativos e ele às vezes faz declarações públicas ousadas durante as negociações, apenas para se comprometer depois.

Falando a repórteres antes de partir de Delaware para paradas de campanha no Arizona, Biden permaneceu cético sobre se Trump realmente ignoraria o debate.

“Não sabemos o que o presidente vai fazer”, disse Biden. “Ele muda de ideia a cada segundo. Para mim, comentar sobre isso agora seria irresponsável. ”

“Vou seguir as recomendações da comissão”, acrescentou o ex-vice-presidente.

O presidente, que anunciou seu diagnóstico de COVID-19 em 2 de outubro, passou três dias no Centro Médico Militar Nacional Walter Reed depois de adoecer na Casa Branca. Ele recebeu oxigênio suplementar e um coquetel experimental de anticorpos, além de esteróides. Ele foi solto na segunda-feira.

O presidente dos EUA, Donald Trump, gesticula enquanto participa do primeiro debate da campanha presidencial de 2020 com o candidato presidencial democrata Joe Biden realizado no campus da Cleveland Clinic na Case Western Reserve University em Cleveland, Ohio, EUA, em 29 de setembro de 2020. REUTERS / Brian Snyder IMAGENS TPX DO DIA
O presidente Trump no primeiro debate presidencial, em 29 de setembro. (Brian Snyder / Reuters)

Provavelmente Trump permanece infeccioso para COVID-19. O CDC afirma em seu site que os pacientes com casos leves a moderados da doença permanecem contagiosos por pelo menos 10 dias, enquanto aqueles com casos mais graves podem transmiti-la por até 20 dias.

Em sua entrevista à Fox Business, Trump disse que está continuando seu tratamento com esteróides de forma isolada, dispensando especialistas médicos que acreditam que ele ainda está espalhando o vírus.

“Não acho que seja contagioso”, disse ele, acrescentando: “Acho que estou melhor. Adoraria fazer um rali esta noite. ”

A Casa Branca e a campanha de Trump não divulgaram quando o último teste do presidente deu negativo para o vírus.

Questionado por Bartiromo se ele havia sido testado para o vírus recentemente, Trump respondeu: “Eu serei testado ao meio-dia”.

Momentos depois dos comentários de Trump, a campanha de Biden disse que o ex-vice-presidente concordou com o formato virtual.

“O vice-presidente Biden espera falar diretamente ao povo americano”, disse a diretora de comunicações da campanha de Biden, Kate Bedingfield, em um comunicado, “e comparar seu plano para reunir o país e reconstruir melhor com a liderança fracassada de Donald Trump sobre o coronavírus que jogou a economia forte que ele herdou na pior recessão desde a Grande Depressão. ”

Em uma declaração subsequente, a campanha de Biden sugeriu que o debate fosse adiado uma semana, para 22 de outubro.

“Dada a recusa do presidente em participar no dia 15 de outubro, esperamos que a Comissão de Debates transfira a prefeitura de Biden-Trump para o dia 22 de outubro, para que o presidente não possa fugir da responsabilidade”, dizia o comunicado.

O presidente dos EUA, Donald Trump, tira sua máscara protetora enquanto posa no topo da varanda Truman da Casa Branca após retornar de uma hospitalização no Centro Médico Walter Reed para tratamento da doença coronavírus (COVID-19), em Washington, EUA, em 5 de outubro de 2020. REUTERS / Erin Scott TPX IMAGENS DO DIA
O presidente Trump tira a máscara facial depois de retornar à Casa Branca na segunda-feira após ter sido hospitalizado. (Erin Scott / Reuters)

O gerente de campanha de Trump, Bill Stepien, um dos muitos assessores políticos e governamentais do presidente que recentemente contraiu o vírus, divulgou um comunicado reclamando da decisão da comissão e jurando que Trump “faria uma manifestação”.

“O presidente Trump ganhou o primeiro debate, apesar de um moderador terrível e tendencioso em Chris Wallace, e todo mundo sabe disso”, disse Stepien. “Para as criaturas do pântano na Comissão de Debate Presidencial, correr agora em defesa de Joe Biden cancelando unilateralmente um debate pessoal é patético. Não é disso que tratam os debates ou como são feitos.

“Aqui estão os fatos: o presidente Trump postou vários testes negativos antes do debate, então não há necessidade dessa declaração unilateral”, acrescentou Stepien. “A segurança de todos os envolvidos pode ser facilmente alcançada sem cancelar a chance de os eleitores verem os dois candidatos frente a frente. Vamos passar essa desculpa triste para socorrer Joe Biden e fazer uma recuperação. ”

A campanha de Trump divulgou mais tarde outro comunicado dizendo que concordaria em adiar as datas dos debates uma semana para que o presidente pudesse comparecer pessoalmente.

“O povo americano não deve ser privado da chance de ver os dois candidatos a presidente debaterem cara a cara mais duas vezes só porque a Comissão de Debates Presidenciais deseja proteger Joe Biden”, afirmou. a declaração lida. “Como disse o presidente Trump, um debate virtual é um fracasso e seria claramente um presente para Biden porque ele estaria contando com seu teleprompter de seu bunker no porão. Os eleitores devem ter a oportunidade de questionar diretamente o histórico de 47 anos fracassado de liderança de Biden. Concordamos que isso deve acontecer em 22 de outubro e, portanto, o terceiro debate deve então ser adiado uma semana para 29 de outubro. O CPD e a mídia não podem esconder Joe Biden para sempre. Os americanos merecem ouvir diretamente de ambos os candidatos presidenciais nessas datas ”.

A campanha de Biden seguiu com uma declaração objetando ao pedido da campanha de Trump de mudar a data do terceiro debate.

“Donald Trump não faz parte da agenda do debate; a Comissão de Debates sim ”, dizia a declaração. “Aceitamos as três datas – 29 de setembro, 15 de outubro e 22 de outubro – em junho. Trump escolheu hoje para se retirar do debate de 15 de outubro. O comportamento errático de Trump não permite que ele reescreva o calendário e escolha novas datas de sua escolha. Esperamos participar do debate final, agendado para 22 de outubro, que já está marcado para o último debate em 40 anos. Donald Trump pode aparecer ou recusar novamente. Essa é a escolha dele. ”

___

Leia mais no Yahoo News:

Fonte: https://news.yahoo.com/trump-claims-he-wont-participate-in-virtual-debate-131221422.html

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos recentes

Bebê morre afogado em batismo da Igreja Católica Ortodoxa

Contando com cerca de 250 milhões de fiéis no mundo, presentes principalmente na Europa Oriental, em países como Rússia, Romênia e Ucrânia, a Igreja...

Governo do Reino Unido está pensando em bater nas portas de vacinas de refusniks

O governo do Reino Unido está considerando um plano para enviar funcionários do conselho para bater nas portas daqueles que se recusaram a tomar...

Rompendo com a tradição católica, o papa indica a primeira mulher para um cargo sênior

CIDADE DO VATICANO, Santa Sé - O Papa Francisco rompeu com a tradição católica ao nomear uma mulher como subsecretária do sínodo dos bispos,...

Vacinação desacelerou em 50%, lamenta oficial, culpando ‘notícias falsas’ online

Mesmo que as vacinas estejam agora sendo oferecidas a todos os israelenses com mais de 16 anos, o ritmo das vacinações diminuiu drasticamente, disse...

‘Devíamos nos teletransportar, não dirigir’, diz Zuckerberg

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acredita que o gigante da mídia social está prestes a transformar a maneira como as pessoas...